Gramaticalização do verbo PEGAR

Objetivo: estudar diacronicamente (ou sincronicamente) os usos do verbo pegar com o fim de verificar os valores e grau de gramaticalização.

Grupo 1: Cíntia Ferreira, Silvana Vieira

Corpus: Gramática e Discurso (acessar neste site: menu horizontal: corpora > corpus discurso e gramática > Natal/Rio de Janeiro). Para coletar, abre-se o arquivo, clica-se Ctrl + F e digita-se "peg" para encontrar todas as formas de pegar. Seleciona as primeiras 50 ocorrências de cada informante (apenas da variedade oral).

Natal (Rosemeire oral)

Rio de Janeiro (Flávia oral)

Grupo 2: Amanda Josy

Corpus: Corpus do Português (acessar neste site: menu horizontal: corpora > corpus do português

Digitar [pegar] na janela, escolher na seção 1: Bras - oral. Os resultados aparecem à direita, separados por forma verbal. Escolher uma e clicar duas vezes para visualizar os exemplos abaixo. Os dados sobre cada ocorrência aparecem junto com o exemplo. O site dispõe de ajuda.

 

Base teórica: teoria da gramaticalização (Lehmann, 1988; Martelotta, Votre e Cezario, 1996)

Textos indicados:

A mudança semântica do verbo pegar frente à conexão de cláusulas - artigo de Natália Sathler SIGILIANO

 

A construção perifrástica "PEGAR E + ..." - artigo de Suzanne de Lara dos Santos e Sandro Braga

CFFs: as cossntruções do tipo FOI FEZ no português do Brasil - artigo de Angélica T. Carmo RODRIGUES

 

      

Contacto

Sala de Aula Virtual Av. da Universidade, 2683 33667625/33667624 claudete@letras.ufc.br